Notícias > Denúncias do Futebol

NOTÍCIA DENÚNCIAS DO FUTEBOL.COM.BR | 11/04/2015 às 08:30:22

Jogador do Tupã FC denuncia agressão de presidente e marido e registra BO

Volante Edilson Azul afirma ter sido agredido após ter alimentação negada pela mandatária do clube 

Volante Edilson Azul afirmou ter sido agredido após questionar presidente sobre alimentação (FOTO: DIVULGAÇÃO)

ASSESSORIA DE IMPRENSA 

Se você acha que o futebol chegou ao fundo do poço, espere para ler as linhas seguintes. Faltando apenas duas rodadas para o fim da primeira fase da Série A3 do Campeonato Paulista, os jogadores do Tupã FC acionaram o Sindicato de Atletas de São Paulo nesta sexta-feira após um dos atletas ser agredido dentro do clube pela presidente Fabiane Bizo Menezes e pelo marido dela, Gilson Menezes.

Com dois meses de salários atrasados, os atletas foram cobrar a mandatária sobre a alimentação e discutir se entrariam em campo neste sábado, contra o Flamengo de Guarulhos.

"Nós, jogadores, em busca de solução, fomos conversar com o presidente do clube. Ela nos disse que não nos forneceria alimentação, e quem quisesse que poderia ir embora. Não aceitamos e eu fui acusado de tumultuar o ambiente. Fui agredido fisicamente pela presidente do Tupã- SP, Fabiane Bizo Menezes e pelo marido dela, Gilson Menezes. Hoje mesmo prestei queixa sobre o caso. Estou com o BO em mãos", falou o volante Edilson Azul, 28, ao site Denúncias do Futebol, criado pela Soccer Digital em parceria com o Sindicato de Atletas para canalizar denúncias dos jogadores que atuam em São Paulo.

E para surpresa dos atletas, ao chegarem na delegacia para registrar o boletim de ocorrência, ouviram da delegada que o sr. Gilson já o havia registrado anteriormente, mas como vítima, e que não precisariam fazer outro.

"Liguei a noite para a delegada e ela disse que a presidente foi mais cedo na delegacia e registrou o BO como vítima. Ela disse para os jogadores que não precisariam fazer outro. Eu fiz os atletas voltarem lá, por direito, para fazerem o boletim deles. Os três prestaram depoimento e o direito deles foi preservado mais uma vez graças ao Sindicato de Atletas de São Paulo", explicou Filipe Rino, advogado do SAPESP no interior do estado e que está à frente do caso.

Na última semana, o Primavera também havia sido acionado pelo SAPESP pela segunda vez em 40 dias. A entidade segue prestando assistência aos atletas do Tupã F.C até que o caso seja solucionado.





« voltar



DENÚNCIAS DO FUTEBOL

Campeão da Série A3 é denunciado por atraso de salários e direitos trabalhistas


www.denunciasdofutebol.com.br

DENÚNCIA: Treinador de clube da 2º divisão de SP é obrigado a comprar "mistura" para os atletas


NOTÍCIA DENÚNCIAS DO FUTEBOL.COM.BR

Jogador do Tupã FC denuncia agressão de presidente e marido e registra BO